Portugal, Alemanha, Europa

Translations

Resumo ano 2022, by Lopes

Resumo do ano 2022, by Lopes Nunes

2022, fica marcado por um ano de muitas mudanças a nivel pessoal. Uma mudança de casa em plena primavera, muito trabalho para fazer, muitas coisas para tratar, de seguida a época alta em termos profissionais, um ano muito exigente!

Com tantas alterações, alguma coisa ficou para trás, neste caso a pesca! 

Nem tudo foi negativo. Das poucas sessões que fiz, e delas foram em Espanha, finalmente! Foi possível pescar em Sierra Brava e Horno Tejero, bem como num local privado, onde bati o meu record de barbo. Positivo em 2022, estas novas experiências a repetir em 2023! 

Janeiro - Comecei o ano a pescar em Espanha, local privado fechado e com boas carpas e barbos, apenas acessível com autorização do proprietário do terreno. Foram 2 noites que nos divertimos, com a estratégia "ao peixe" - ora tiras tu, ora tiro eu. Todos temos que apanhar e todos têm que disfrutar da pesca. O carp fishing é e devia ser assim. Partilha, trabalho de equipa. Nesta sessão saíram uns bons barbos e um carpa royal bem bonita. Experiência a repetir...
charca
PB Barbo Charco Negro
Fevereiro - Uma viagem até Sierra Brava! Com um nivel de água bastante abaixo, talvez perto de 50% de capacidade, a famosa zona das azinheiras completamente a descoberto, revelava o cenário mítico desta barragem. Chegamos ao local e estando o "nosso spot" ocupado, ficamos um pouco á direita, abrigados do vento. Rapidamente canas na água, uma só malha de PVA enquanto preparávamos o restante material e comíamos alguma coisa. Neste espaço de tempo, 2 arranques! 1 carpa perdida nas pedras, outra fora! Sem engodagens, apenas com a malha de PVA.  Pouco tempo depois, o "nosso spot" fica livre, nem hesitamos, mudamos imediatamente de local. Aí sim, já fizemos a sondagem, preparamos o material tudo pronto para as 2 noites seguintes. O meu parceiro arrancou muito forte, eu tive alguma dificuldade em acertar e ler o local, mas com o passar das horas mudei e afinei a estratégia e começamos então a tirar peixe a bom ritmo. Um belo local para "ativar" o modo de pesca para um ano que eu previa ser em grande. 
sierra
Carp Royal Sierra Brava
Maio - Passados quase 3 meses desde a última sessão, e com uma grande mudança de casa pelo meio, obras, um desgaste enorme, marquei uma sessão em Alfarófia onde apenas restava o pesqueiro 3, e a ideia era mesmo sair e ir relaxar um pouco, precisava desses momentos para mais um verão exigente a nivel profissional. Mais 2 noites de pesca, com algumas capturas onde destaco este bonita carpa couro. Neste sessão, pequenos ajustes fizeram a diferença. Só um ajuste na montagem, produziu esta captura na última noite onde não tinha tido 1 único toque. Estava com a montagem levantada do fundo, 2/3 cm, e coloquei a pesca no fundo. Só isso, e antes da meia noite arrancou esta menina. Carp Fishing é isto!  
alfa
Carp Couro Alfarófia
Setembro - Uma sessão de 2 noites no pesqueiro 5, onde optei por uma pesca totalmente oposta ao que habitualmente faço.  Engodagem forte no primeiro dia com muitas sementes, e segundo dia muitas bolas. Poucas picadas, mas onde saiu esta bonita carpa comum. 
entre
Carp Comum Entre-Ribeiras
Outubro - Uma sessão de 2 noites no pesqueiro 3, o único pesqueiro que até agora não tinha qualquer sessão feita. Uma engodagem moderada com sementes e boilies onde consegui a carpa mais bonita do ano. 
entre2-1
Carp Royal Entre-Ribeiras
Outubro - Uma sessão de 2 noites em Horno Tejero. Mais um passo na aprendizagem neste mundo do carp fishing. Sessão partilhada com o amigo Luis Gravito, conhecer e muito experiente neste tipo de pesca. A pesca foi feita por ele, como ele tão bom conhece e o mérito desta captura é todo dele, foi ele que identificou o spot onde colocou a montagem. Neste tipo de pesca, é fazer as coisas muito bem de inicio, ter tudo muito afinado, pois nestas águas quando o alarme toca o coração dispara! 
horno
Carp Comum Horno Tejero

Sierra Brava, Janeiro 2022

Finalmente chegou o grande dia! 


Pescar nos grandes lagos de Espanha era um grande sonho que agora se tornou realidade. Além disso, que poderia eu pedir mais do que pescar com uma grande pessoa, um grande amigo, um grande carpista, conhecedor de todos os grandes lagos da Espanha, como Sierra Brava, Orelhana, Horno Tejero, Garcia Sola, Alcântara… Esse grande amigo é o Alfonso Rodrigues Cortez! 


Onde ir? O que fazer? 

Essa era a principal questão! Tentar as carpas grandes? Ir a um grande lago para capturar bons peixes e com ritmo? 

Decidimos ir para um lago onde fosse possível capturar bons peixes, fazer uma pesca activa e movimentada. Por isso, escolhemos o mítico “Pantano De Sierra Brava”, um lago com uma enorme população de pequenas carpas, mas com o objetivo do lote médio entre os 5 a 8kg, e quiça uma ou outra  +10kg. As carpas pequenas muitas vezes não deixam as grandes entrarem para se alimentarem… é difícil conseguir uma grande captura quando isto acontece… Esse era o desafio!


Chegando ao local, e a primeira impressão: 

Vento forte de leste levou-nos a procurar um lugar mais abrigado. Tudo no lugar, iBoat 210 na água sem motor (proibido qualquer tipo de motor neste lago), hora de sondar o fundo e procurar hotspot´s… não é fácil, não é fácil… muito difícil manter o foco enquanto tenho que manter o iBoat quieto o suficiente para analisar o que a sonda me mostra... Fez-se o possivel.


Canas na água

Uma pequena malha de PVA com um mix bastante rico e forte: -cânhamo, tigers triturados, amendoim triturado, milho doce, IB Banana Mix, IB Big Fish Mix, IB In-Liquid, IB Intense Fish Oil 

Cana 1: IB Banana 20mm + IB Banana Half´N´Half 16mm 

Cana 2: IB Mega.Krill 16mm + IB Mega.Krill Half´N´Half 16mm 

(Apenas são permitidas duas canas) 


O Alfonso, rapidamente tem uma picada... e uma segunda picada! Primeiro "Doblet" da sessão! 

Que bela maneira de começar esta sessão! O seu conhecimento nestas águas é enorme… É um campeão! 

Este primeiro dia não terminou sem nos movermos um pouco mais para o nosso lado esquerdo, posição muito melhor e sem prisões no fundo! 

Durante este dia, em comparação com o Alfonso, fiquei para trás, muito difícil de ter picadas... Fui escutando o Alfonso, observando o que fazia, e então faço um ajusto na localização das minhas montagens. Começaram as picadas! 


Segundo dia, depois de uma noite tranquila… 

Mudei os iscos para tamanhos menores, agora 16mm IB Mega.Krill com um top de IB Banana 16mm Pop Up, uma picada, outra e assim por diante… sim, agora encontrei a chave! 

Mix de sementes, boilies IB Mega.Krill e IB Banana Birdfood! Alguns boilies com o throwing stick e pronto! 

Ideia, era ter duas picadas num mesmo isco e mudar para outro. A sessão foi decorrendo bastante animada, as carpas entraram bem nos nossos spots, e isso é uma ótima oportunidade para experimentar iscos diferentes! Portanto, a cada segunda picada com o mesmo isco, mudamos para outro. Então e quando coloco dois IB Monsters Paradise 16mm, o que acontece? As picadas são mais rápidas, metade do tempo! Sim... uma picada... duas... três... quatro! Não troquei o isco na segunda picada, queria ter certeza de que é um isco forte para estas águas! Prova superada! 

Uma boa sessão, muitas capturas, testes aos iscos! 

Ás vezes precisamos começar a entender como as coisas funcionam, como os peixes reagem, e posso dizer que neste pequeno fim de semana aprendi muito sobre esse lago específico, e da próxima vez estarei mais preparado para tentar uma carpa maior. 

Foi um grande prazer estar em Sierra Brava com uma uma grande pessoa, um grande amigo e um grande pescador! 

Outras aventuras virão, outros lagos, outras experiências… 

até já...

Carpfishing no Rio

"Nasci" a pescar em rio! E na verdade, antes de ir á escola, já me levavam a pescar no rio. Foi no rio que desenvolvi as minhas capacidades de pesca. Primeiro pescava ao fundo, depois á bóia. Mais tarde a pesca á francesa e á inglesa, os anos de federado em competição de rio, predadores, mar...até chegar ao carpfishing!

"Os rios são eternos", alguém me disse uma vez. "Ninguém sabe o que estas águas escondem".

E como é o carpfishing em rio? Quando o alarme toca? Uma carpa? Um barbo? Pequeno, grande? Nunca sabemos, o mistério leva-nos sempre a seguir para a cana com a adrenalina no máximo! Carpas de 15kg no rio Sorraia? Barbos com 16kg na ribeira do Raia? Pois sim, carpas de 15kg vi em fotos, barbo com 16kg vi com os próprios olhos, á uns bons 25/26 anos atrás! Infelizmente, não foi devolvido...esse o outro com 13kg.! Dois peixes gigantes da ribeira do Raia. A cultura (ou falta dela) de muitas pessoas, ainda hoje, matam estes peixes, verdadeiros senhores das águas só para mostrar aqui e ali...tristeza!

Passando ao que interessa, depois desta breve introdução. Em 2021, procurei um spot no rio. Afastado, e isolado o mais possível, tão isolado que fosse quase impossivel alguém estragar o que ia começar a fazer. E assim foi, barco na água e fui explorar vários locais. Escolhi uma ilha no rio, sim é mesmo uma ilha. Encontrei boas profundidades, local de difícil acesso, tão difícil que só de barco é possível lá ir, digamos que o local perfeito.

Até agora apenas pequenas sessões, diárias. Primeiro que tudo quero conhecer o rio, os hábitos dos peixes, para onde puxam quando estão ferrados. Identificar estes aspectos fundamentais, e durante os próximos meses, as noites de pesca, vão produzir os tão esperados resultados. Objetivo: ultrapassar os dois dígitos de peso.

Para continuar...